Casa do Xadrez de Alpiarça subiu à 1ª Divisão Nacional !!!

casadoxadrezkabab@gmail.com
...............................Coordenadas GPS: Latitude: N39º15'43,4" . Longitude: W8º34'56,7"
Blog optimizado para o navegador (web browser) Mozilla Firefox.

domingo, 13 de janeiro de 2013

Novas regras de Xadrez a partir de Julho de 2013





A FIDE (Federação Internacional de Xadrez) divulgou no seu site a nova Lei do Xadrez aprovado no Congresso de Istambul realizado entre os dias 7 e 10 de Setembro e entrará em vigor a partir do dia 1 de Julho de 2013 !  (vigorando até 30/06/2017)




Abaixo descritos alguns pontos que mudaram na Lei do Xadrez:
  1. A partida de blitz passa a ser aquela em que todos os lances tem de ser realizados em menos de 10 minutos. Quando a partida tiver incremento por lance, o cálculo é feito com base numa partida de 60 lances;
  2. A partida de xadrez rápido passa a ser aquela em que todos os lances devem ser realizados no intervalo de 10 a 60 minutos. Quando a partida tiver incremento por lance, o cálculo é feito com base numa partida de 60 lances;
  3. A regra ‘peça tocada é peça jogada’ está agora muito mais clara: é somente obrigatória se o jogador tocar na peça com a intenção de a jogar ou capturar (assim não é relevante o facto de esbarrar com a mão numa peça quando pretende jogar outra);
  4. Passa a constar do texto da lei, a opção de promoção, retirando o peão da penúltima (7ª ou 2ª) e colocando a peça escolhida na casa de promoção (8ª ou 1ª);
  5. Após realizar o lance no tabuleiro, o jogador deverá parar o seu relógio e accionar o de seu oponente. Isso quer dizer que terá obrigatoriamente de pressionar seu relógio e só assim completar o seu lance;
  6. Somente o jogador cujo relógio estiver com a vez de jogar pode ajustar peça(s) no tabuleiro;
  7. Perde a partida o jogador que chegar depois do horário marcado a menos que o árbitro decida adiar o início da partida devido a circunstâncias imprevistas (problemas de força maior);
  8. A punição para o jogador que reivindica incorretamente empate com base na repetição de jogada ou na regra dos 50 lances passa a ser de 2 minutos de bônus para o adversário ao invés de 3 minutos como previsto anteriormente;
  9. O lance anotado na folha da partida, nos casos de reivindicação de empate abordados no item anterior,  não poderá ser mudado e terá de ser obrigatoriamente executado no tabuleiro se o árbitro negar o pedido e determinar a continuação da partida;
  10. O jogador pode, durante o decorrer da partida, solicitar ao árbitro explicações sobre determinada regra da lei do xadrez;
  11. A menos que o regulamento técnico diga o contrário, o jogador pode apelar de qualquer decisão do árbitro (inclusive a de empate com base no art. 10.3) mesmo que tenha assinado a folha de partida;
  12. Foi mantida a regra de perda da partida para o jogador com telemovel ou qualquer equipamento electronico ligado durante o jogo. Todavia, o legislador faculta ao organizador estipular no regulamento técnico penalidade menos severa;
  13. Exceptuando jogadores e árbitros, qualquer pessoa somente terá acesso à área de jogo com permissão do árbitro da partida;
  14. No caso de irregularidades ocorridas, o árbitro poderá em determinados casos não mudar os tempos dos relógios. A vantagem é que a programação do torneio pode ser mantida. Isto é muito importante quando tem ser jogada mais de uma ronda num mesmo dia;
  15. O árbitro pode adoptar medidas especiais no que diz respeito aos jogadores deficientes bem como daqueles que necessitem de cuidados médicos;
  16. Não é permitido o roque em partidas rápidas e blitz nos casos de incorreta colocação de rei e/ou torre (após completados 3 lances) roque com a torre que tiver sido incorretamente colocada;
  17. Novo artigo sobre aplicação de penalidades (antigo 13.4 novo artigo 13.9) inclui multa pecuniária anunciada com antecedência e consulta ao organizador em caso de expulsão de jogador do evento (esta punição somente poderá ser aplicada em conjunto com o organizador);
  18. O legislador também deixou claro em partidas rápidas e blitz que nos casos dos 2 reis em xeque e de promoção não completada, o árbitro deverá intervir se presenciar o fato;
  19. Qualquer penalidade (mencionada nos artigos 7 e 9) a ser aplicada em partida blitz passa a ser de 1 minuto.
  20. O evento de rápidas ou blitz iniciado com supervisão inadequada deverá ser encerrado com supervisão inadequada, mesmo que a partir de determinado momento da ronda haja árbitros suficientes para a supervisão de todas as mesas. É importante aplicar as mesmas regras durante todo o evento;
  21. Foi criado apêndice H com glossário de termos escaquisticos.
.

Sem comentários: